Home » » TV a Cabo, como e por que ela surgiu

TV a Cabo, como e por que ela surgiu

Written By AZDIGITAL on quarta-feira, 29 de abril de 2015 | 21:46

http://www.az-digital.net/

Nos anos 50, nos Estados Unidos, haviam quatro redes de televisão no total transmitindo programação e a televisão já havia se tornado um elemento muito importante na cultura americana.
No entanto, para conseguir captar o sinal transmitido pela televisão, o espectador tinha que morar em uma região em que obrigatoriamente a antena de tv terrestre dele tivesse visada para a antena de transmissão/retransmissão da emissora.
Visada significa que não pode haver nenhum obstáculo entre a sua antena parabólica e o a antena retransmissora do canal que você deseja captar.
Esta necessidade de visada ocorria por conta da limitação da tecnologia e frequência de transmissão usada na época.

Os cidadãos americanos que vivam em regiões distantes das antenas de transmissão, em áreas montanhosas ou com algum outro tipo de obstrução ao sinal transmitido pela emissora não tinham acesso à televisão.
Foi então que moradores de uma área remota da Pensilvânia tiveram uma idéia de ouro para conseguir captar o sinal da tv, mesmo morando em uma região de vales. Eles instalaram antenas nas colinas mais altas da região e puxaram cabos destas antenas até as suas residências, resolvendo o problema da falta de sinal de televisão.
Eles não sabiam, mas a partir dali inventaram a base de um sistema que até hoje domina a captação de tv em grande parte do mundo ocidental, a tv a cabo.
A partir deste primeiro sistema de tv a cabo foram surgindo os primeiros sistemas de tv por assinatura, instalando longos cabos e conectando-os aos televisores dos assinantes de tv a cabo.
Logo a tecnologia de cabo da época de deparou com um grande problema, a atenuação do sinal a medida que os cabos iam se tornando mais longos, comprometendo a qualidade de imagem da televisão para todos os que estivessem ligados ao mesmo cabo. Foi então que começaram a ser instalados os primeiros amplificadores, que também tinham as suas limitações.
Segundo a Scientific-Atlanta, pioneira em tecnologia para tv a cabo, um sistema de tv a cabo no princípio podia ter entre 30 a 40 amplificadores antes de chegar à casa do assinante.
Cada amplificador podia gerar barulho e distorção de imagem e se apenas um dos amplificadores neste mesmo cabo apresentasse problemas, todos os assinantes ligados naquele cabo ficavam sem o sinal de tv a cabo até que o amplificador fosse reparado ou trocado.
Por causa deste problema era muito limitada a quantidade de canais que se podia transmitir através do cabo.
A reputação da tv a cabo até 1970 não era das melhores, foi só na década de 70 que se conseguiu achar uma solução para os amplificadores de sinal e adicionar muitos canais na tv a cabo.
Um fato muito interessante da tv a cabo é que, antes dela, não havia sintonizador nas televisões, ou seja, só podia haver o sinal de uma emissora por região.
Como a TV por assinatura propos o diferencial de entregar mais de uma emissora ao assinantes, surgiu o sintonizador de tv e a Comissão Federal de Comunicação (FCC), que era quem atribuia em que frequência iria transmitir cada emissora.
Cada emissora recebeu um espectro de 6 Megahertz e originalmente foi liberado o partes do espectro de frequência muito alta (VHF) para 12 canais de televisão.
Algum tempo depois a popularidade da televisão alcançou níveis muito altos e foi necessário a adição de mais canais, foi então que a FCC liberou espectros da ultra alta frequência, (UHF), com canais que iam do 14 ao 69 usando blocos de frequência entr 470 e 812 MHz.
Como os sistemas de tv a cabo não precisavam se preocupar com antenas nas casas do clientes, eles passaram a adotar o sistema mid-band, algo entre o VHF e o UHF, utilizando-se dos canais 14 a 22, e foi usado uma chave switch CATV/Antena, se você tem uma certa idade e usou videogames como o Atari, sabe bem o que é isto, para o cliente passar entre o sinal do cabo e da antena terrestre.
É importante salientar que nesta época todos os canais da tv por assinatura não eram codificados e nem havia preocupação com isto, era só ligar o cabo na televisão e assistir aos canais.

0 comentários:

Postar um comentário

Google+

Google+

-

seguir por email

Postagens populares