Home » » Análise – Primeiro episódio de Dragon Ball Super

Análise – Primeiro episódio de Dragon Ball Super

Written By AZDIGITAL on terça-feira, 7 de julho de 2015 | 12:07


E finalmente Dragon Ball Super começou: ontem, 05/07/2015 foi ao ar a continuação de Dragon Ball Z, 18 anos após a exibição da saga de Boo. Ok, você deve estar pensando: Mas e o Dragon Ball GT não foi continuação do Z? Foi enquanto anime, mas dessa vez é tudo como era antes, primeiro o Akira lança o mangá, depois é criada a versão para TV. OK?
Pois bem, nós assistimos na web o primeiro capítulo legendado por fãs – ainda não há nenhuma previsão do anime ser exibido no Brasil. E contaremos a vocês o que ele trouxe. Porém aviso: se você não quer estragar a surpresa, não continue após o vídeo abaixo (que traz a abertura), pois traremos SPOILERS!!!
Pois bem, muitos detalhes estão “escondidos” logo na abertura e servirão de início para a nossa análise. Recomendo também que quem ainda não assistiu os dois últimos filmes, “Batalha dos deuses” e ” A ressurreição de Freeza”, primeiro assista e depois volte para ler, pois trarei SPOILERS inevitáveis.
  • Presença de JACO – O patrulheiro galáctico também no DB Super. Pois é, o novo mangá de Akira Toriyama está sendo realmente incluído na saga Dragon Ball. Para quem não sabe, a nova história de Akira traz detalhes sobre a vinda de Goku a Terra e mostra que Jaco teria vindo ao planeta Terra verificar a “invasão” do Sayajin. No evento ele teria conhecido tanto Bulma quanto sua irmã mais velha, conforme ele menciona no filme novo de Freezza. Infelizmente pare apenas uma jogada da TOEI para vender mangás da nova série… Pelo menos sua participação no filme é engraçada e empolgante, apensar de deixar 90% dos espectadores sem entender quem ele era.
  • Quem assistiu o primeiro episódio deve ter percebido que ele parece muito mais com Dragon Ball do que com a série Z, ao menos no sentido de mostrar um Goku pai de família, mais próximo de Goten (e pouco de Chichi). Muitos acusaram Akira de ter abandonado totalmente esse lado de Goku em DBZ, onde sua única obsessão foi se tornar cada vez mais forte. O começo de Super traz exatamente isso, forçando para um Goku “Agricultor” que agora cultiva a terra com um trator…
  • Gohan é o mesmo intelectual visto na saga Boo, estudando e levando uma vida urbana com Videl. No episódio ele ganha um novo livro para sua coleção. As esferar do dragão voltam a ter grande importância, mostrando inclusive Bulma com seu famoso radar.
  • Whiz e o deus Bills aparecem aqui também, confirmando que DB Super dá sequência aos dois últimos filmes. Notem porém que além deles, duas “versões” de si mesmos aparecem: uma igual ao Whis e um Bill “gordo”. Não sabemos quem podem ser, mas suas presenças deverão ser marcantes na nova saga.

O primeiro episódio e nossas observações

Não temos dúvidas que Dragon Ball Super será do jeito que Akira gostaria que Dragon Ball fosse. Dizemos isso porque é sabido que o grande mestre queria terminar Z na saga Freeza. Cell e Boo surgiram do interesse comercial em lucrar ainda mais com Dragon Ball, fenômeno na época.
Se a afirmação acima for verdadeira e de fato Akira estiver livre dos interesses comerciais dos produtores, devemos ter mais uma vez um retorno as origens, onde o humor e os valores de amizade devem prevalecer.

Será que teremos menos Fillers?

Para quem não sabe, Dragon Ball Super estreiou no Japão no dia 05/07 não por acaso: a saga de Majin Boo, agora transmitida dentro de Dragon Ball Kai acabou de acabar por lá. Ou seja, os japoneses estão realmente no ritmo da continuidade da saga, ao contrário dos fãs brasileiros, que assistiram o fim da saga Boo no Cartoon há quasse 10 anos.
Quanto aos Fillers (resumidamente enrolação para matar tempo nos episódios), quem assistiu o “remake” Kai sabe que a maioria, ou melhor, quase todos os fillers foram retirados para nossa alegria. Porém, as cenas mais fortes de violência e sangue foram embora junto… é o preço da modernidade. Agora ao Super, creio que seja bem cedo para julgar, mas o primeiro episódio está repleto de enrolação e cenas desnecessárias… nossa opinião.

O que temos no episódio 1?

Nada demais. É isso mesmo. Como todo piloto de anime ou série nova, é mais uma apresentação (ou recordação) dos personagens do que qualquer outra coisa. Como já dissemos, Goku está trabalhando na “roça” para juntar dinheiro para Chichi que cansou de ser pobre e quer pagar um colégio caro para Goten.
Logo depois temos o Deus Bills destruindo parcialmente mais um planeta, apenas para frisar o lado sombrio e egoísta do “vilão”.
Mr. Satan ainda é o mesmo charlatão, vivendo de aparições públicas para se firmar como o salvador da Terra – sempre ao lado de seu amigo Boo.
Goten e Trunks gastam quase 10 minutos do episódio (fillers fillers fillers) para achar um presente de casamento para Videl e Gohan e protagonizam a única luta do episódio – contra uma cobra gigante (!).
E no final, Satan ganham muitos milhões de Zens e resolve dar para Goku, que após titubiar, aceita a quantia para poder finalmente abandonar sua esposa novamente e ir treinar com os Kami-Samas. É gente, Dragon Ball voltou!
E para finalizar conforme o prometido:

A melhor abertura de todas (sim, preferimos a versão japonesa : )




COMPARTILHEM NOSSAS POSTAGENS !!!

0 comentários:

Postar um comentário

Google+

Google+

-

seguir por email

Postagens populares